Algumas dicas sobre (des)alinhamentos.

25/09/2017 | Bastidores, Técnica

Algumas dicas sobre (des)alinhamentos.

25/09/2017 | Bastidores, Técnica

Fala aí, designer, tudo beleza?

O papo hoje é sobre alinhamentos. Na real, acho que é sobre desalinhamentos. Pera aí, deixa eu explicar.

O alinhamento é um princípio básico do design e um dos responsáveis por tornar um layout harmônico. E é óbvio que na hora de fazer os alinhamentos no Photoshop ou em qualquer outro programa, a gente sempre vai usar a ferramenta Align.

PORÉM, existem momentos em que essa ferramenta mais atrapalha do que ajuda, e isso tem uma explicação bem simples. Existe um alinhamento matemático, feito pelos programas, mas também existe um alinhamento óptico, que é o que o nosso cérebro realmente considera. Olha só o exemplo aí embaixo.

A vida não tem linha-guia

Você viu que olhando com as linhas-guia o alinhamento matemático fica perfeito. Só que tem um problema. Na vida real, a gente não vê as coisas com grids e linhas-guia. Por isso, é fundamental darmos prioridade ao alinhamento óptico. (Ah, e só abrindo um parêntese, vai dizer que não foi profundo esse subtítulo?? Dá até um post de ~feiçe~).

 

Quero te mostrar um exemplo real dessa questão. Quando eu estava criando a marca da London Company, minha primeira ação para alinhar o símbolo com o lettering foi tacar o dedo no Align do Illustrator e centralizar tudo. Só que daí ficou assim:

 

Para que o alinhamento ficasse mais agradável aos olhos, posicionei o símbolo entre “LON” e “DON” (que parecem ter a mesma largura, mas na real não tem). A tagline “Company” foi colocada na direita para contrabalancear com a pontinha extra do símbolo, que fica para a esquerda.

 

Desconfie da máquina

Não confie cegamente no Align ou qualquer forma de alinhamento automático. Um outro exemplo bem fácil de perceber a importância de ter esse cuidado é no alinhamento de shapes com caixas de texto. Saca só:

O Illustrator alinha pela caixa de edição de texto, daí fica completamente fora. O correto seria alinhar manualmente baseado na altura das letras minúsculas, pois é onde está a maior concentração de peso do texto.

 

Conclusão

Resumindo, é o seguinte: use o Align, mas confirme se ficou com um alinhamento confortável aos olhos. Se for preciso, ajuste manualmente. O importante é levar sempre em consideração o peso visual dos elementos na hora de alinhar.

Espero que tenha curtido essas dicas.
Aquele abraço. 🙂

Nas redes sociais

VEJA TAMBÉM

Share This